Cantora lança vídeos sobre índios do Xingu

Em altamira: DVD pedagógico produzido por Joelma Klaudia ensina modo de vida de etnias




DVD de Joelma Klaudia revela cotidiano de aldeias




A cantora Joelma Klaudia lança hoje, em Altamira, uma série de cinco vídeos pedagógicos, reunidos sob o nome de Doc Xingu, a respeito das principais etnias indígenas que vivem na região. Segundo Joelma Klaudia, são cinco curtas em forma de documentário para exibição em escolas. Os filmes retratam o cotidiano das aldeias Araweté; Parakanã; Juruna; Asurini e Arara, com o objetivo de auxiliar a introdução do estudo das culturas indígenas da região para os estudantes, caracterizando seu modo de viver, seu conhecimento, agricultura, caça e pesca, suas divindades, rituais, sua relação com a natureza e o respeito à floresta, sobretudo sua arte e suas formas de expressão. Trata-se de iniciativa para aproximar os conhecimentos centenários dos índios do ensino tradicional, ferramenta pedagógica que propõe um enriquecimento na forma de visualizar, identificar e conhecer a cultura indígena do Xingu. “Ainda hoje o dia do índio é comemorado com ilustrações do índio americano e desde a época em que eu estudava nunca me falaram na escola sobre as etnias locais e visíveis no cotidiano em Altamira. Fiz uma pesquisa e descobri que ainda hoje os alunos de Altamira não sabem distinguir uma etnia da outra”, diz Joelma, para explicar a iniciativa do projeto aprovado na Lei Semear para produzir os documentários, que serão doados às escolas públicas e indígenas.
Segundo ela, os índios definiram quase 100% do trabalho. “Tudo foi muito natural. Todas as etnias falam no mínimo três línguas: a própria, a da aldeia vizinha e o português. Etnias como Parakanã, por exemplo, não conversam em português com os visitantes e para isso o guia e tradutor da Funai nos possibilitou o diálogo”, diz ela.

Comentários